Explore as belezas e história do Vale do Itajaí

0 238

O Brasil é um país bastante diverso cultural e geograficamente, dessa maneira oferece opções de turismo para atender a todos os gostos. Uma dica para quem gosta de turismo de aventura. Aqui você encontra atrações com foco na natureza. Porém, você não pode abrir mão de conhecer mais sobre a nossa história e comer bem. Isso é o Vale do Itajaí. A seguir você poderá conferir dicas sensacionais para explorar mais assertivamente as belezas e a história dessa região colonizada por povos europeus.

Por que Vale do Itajaí?

A primeira coisa interessante a saber sobre essa região é qual a origem do seu nome. Como essa é uma região cercada por vales e montanhas que segue o trajeto do rio Itajaí-Açu que culmina na cidade de Itajaí é fácil entender porque a região passou a ser denominada de Vale do Itajaí. Um cenário repleto de belezas naturais e aventuras para quem deseja que as suas férias sejam num pedacinho da Europa incrustado o Brasil.

A história da colonização europeia do Vale do Itajaí

É quase impossível não falar a respeito da colonização europeia. Praticamente tudo nesse lugar tem uma ligação com os imigrantes que ajudaram a desenvolver a região. Os povos que colonizaram a região foram os alemães, poloneses, italianos, austríacos e portugueses. A influência desses povos pode ser percebida nas cidades que possuem arquitetura europeia com destaque para o estilo típico alemão chamado enxaimel.

Além disso, na região são realizadas festas e eventos que celebram a cultura do velho continente. O grande destaque vai para a Oktoberfest de Blumenau que todo ano, no mês de outubro. Ali se reúne uma grande quantidade de pessoas para festejar o sabor de uma boa cerveja. Muito mais do que beber cerveja ou comer pratos típicos as festas, especialmente a Oktoberfest, mantêm tradições europeias que vieram para cá com os imigrantes que hoje tem seus descendentes na região.

Belezas naturais do Vale do Itajaí

A região do Vale do Itajaí é uma das mais procuradas pelos amantes de esportes radicais, pois oferece paisagens que são perfeitas para atividades como parapente, rapel, voo livre, montaun bike entre outros. Um dos principais eventos do ciclismo brasileiro acontece nessa região. Estamos falando sobre o Circuito Vale Europeu de cicloturismo que percorre 9 cidades da região. Os participantes podem aproveitar ao máximo as belezas dessa maravilhosa região enquanto praticam seu esporte.

 

Leia também: Passeio de trem no Vale do Itajaí!

 

Conhecendo o Vale do Itajaí de carro

Se você se interessou em conhecer as belezas e curiosidades do Vale do Itajaí? Porém não é adepto do ciclismo? Então faça uma viagem de carro pelas estradas da região. Para tornar a sua experiência ainda mais completa indicamos que você conheça o Projeto Acolhida que permite que os turistas conheçam as propriedades rurais no caminho que aceitam hóspedes.

O que conhecer no Vale do Itajaí

Belezas naturais

Gruta do Botuverá

Essa é a maior gruta do sul do Brasil e está localizada na cidade de mesmo nome. Para quem gosta de turismo ecológico o passeio pelo Parque das Grutas é perfeito. Para se ter uma ideia essa gruta possui 1.200 metros de extensão e dentro dela estão salões que chegam até a 20 metros de altura. Os passeios acontecem em grupos com até 15 pessoas e o tempo para fazer o passeio é de 45 minutos. O parque fica aberto de terça a domingo no horário das 8h às 17h (durante o verão e a primavera) e das 8h às 17h (durante o inverno e outono). É necessário comprar ingresso.

Gruta do Botuverá

 

Mirante do Parque Spitzkopf em Blumenau

Uma dica de passeio ecológico para quem está com bom preparo físico, pois subir até o mirante do Parque Spitzkopf não é exatamente fácil, mas saiba que é bastante recompensador. Ao chegar ao mirante é possível ter uma vista panorâmica do parque. Esse parque fica aberto somente nos finais de semana das 8h ás 18h.

mirante-parque-spitkof

História do Vale do Itajaí

Casa do Imigrante Carl Weege em Pomerode

A pequena cidade de Pomerode é conhecida como a cidade mais alemã do Brasil. Por isso pode ser observado em suas mais de 300 construções em estilo germânico. Um destaque vai para a Casa do Imigrante Carl Weege. O proprietário dessa casa, Weege, foi um imigrante alemão. Ele deixou sua casa como um legado para a cidade com sua construção em estilo enxaimel. Nesse museu é possível ver de perto móveis antigos, prédio com atáfona (moinho usado para fubá e milho), roda d’água entre outros. O museu fica aberto de terça a domingo (feriados também) no horário das 9h às 12h e das 13h às 17h.

 

Museu Hering

O Vale do Itajaí é uma das regiões que mais se destaca no país pela produção têxtil. Muitas das principais marcas que conhecemos atualmente tem sua origem no trabalho de imigrantes, um exemplo disso é a Hering. Para resgatar e preservar a memória dessa marca foi criado o Museu Hering. De segunda a sexta fica aberto das 9h às 18h e nos finais de semana fica aberto das 10h às 16h.

 

Casa-do-imigrante-Carl-Weege-Pomerode-vale-do-itajai

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.